sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Impunidades!

Nunca esquecer uma velha máxima do jornalismo: "O melhor que pode acontecer a um jornalista é dar uma notícia em primeira mão; o pior é ser desmentido pelos factos." Livro de Estilo - Jornal Público

Os jornalistas, num passado não muito longínquo, tiveram um papel preponderante na formação intelectual do povo deste país!

Hoje, as realidades económica, por força da ganância, e a promiscuidade política, por força da incompetência, acabaram por alterar muitos dos princípios fundamentais que regem o jornalismo!

Assim, todo o jornalista que colabora em exclusivo para a deformação mental do seu público, num futuro próximo, acabará por se precipitar num abismo profissional ou acabará como assessor de imprensa, de algum 'amigo' político !

1 Caixa do leitor:

Marcelo disse...

Hoje o código deontológico dos jornalistas não passa de uma disciplina curricular.
Os princípios que regulam a conduta de um jornalista é marginalizada e banalizada pelos interesses económicos, políticos e sociais instalados.
Hoje, a informação circula e é veiculada á imagem e semelhança dos grandes grupos económicos, detentores das principais marcas da comunicação social.
A padronização e manipulação da informação é um facto, levando à deturpação dos acontecimentos, ou na melhor das hipóteses a uma única versão dos acontecimentos, transformando a sociedade em verdadeiros seguidores da "verdade" que dá mais jeito.
Hoje é mais difícil seleccionar informação relevante e interessante do que ter acesso a ela.
Estamos na era da banalização da informação e da manipulação da mesma.
Hoje, o desafio não é estar informado, mas sim, estar bem informado.